Como fazer um convite de crisma

Como fazer um convite de crisma

A crisma é um sacramento da Igreja Católica que geralmente é ministrado aos jovens com idade superior a 14 anos. É considerado o sacramento da maturidade e da decisão e, através dele, o crismando se dispõe, de forma consciente, a assumir diante do Bispo a fé que lhe foi transmitida pelos seus pais e padrinhos no dia do Batismo.

Por considerar um sacramento tão importante, muitas pessoas ainda fazem questão de celebrar o ato solene da Crisma de seus filhos, chamando toda a família e os amigos mais íntimos e então, depois da cerimônia, oferecem uma recepção.

Daremos aqui algumas dicas sobre os convites, que é, muitas vezes, a parte que a maioria das pessoas considera a mais complicada, já que não fazem ideia de como criar algo que transmita a solenidade da ocasião, e, ao mesmo tempo, expresse com respeito a alegria do momento.


1. Coloque nos convites algum símbolo que represente a crisma.

A crisma é conhecida como o sacramento do Espírito Santo, por isso, é importante que ele seja representado no convite com os seus símbolos, que são muito específicos e conhecidos no meio católico.

  • Pomba: significa a paz e a aliança entre Deus com os homens. É o principal e mais conhecido símbolo do Espírito Santo e pode ser usado sozinho ou inserido junto com qualquer outro a seguir.
  • Fogo: significa transformação e purificação. Para representar o fogo, geralmente são usadas chamas caindo em forma de chuva, chamas em forma de coração ou um fogo forte, como o de uma fogueira.
  • Água: significa vida renovada e pode ser representada como uma fonte, uma cachoeira ou o mar. É importante que a imagem seja de água em movimento. Se desejar, coloque o símbolo da pomba sobre as águas.
  • Vento: significa o sopro da vida. Pode ser representado com folhas ou flores voando ou a copa de árvores tombadas pelo vento.
  • Nuvem e luz: significa a manifestação de Deus na vida da pessoa. Um feixe de luz saindo de nuvens e um céu limpo é a representação mais usada deste símbolo. Também é possível inserir a pomba nesse meio.

2. Escreva no texto, de forma clara, todas as informações.

Em um convite de crisma ou de qualquer evento religioso, é muito importante informar, além do endereço da igreja, o horário em que começa a celebração, sendo de bom tom alertar ao convidado para que chegue no local com algum tempo de antecedência. Geralmente as celebrações do tipo são bem lotadas e longas, por isso, é importante ter este cuidado para que se possa estacionar e encontrar um bom lugar dentro da igreja. Indique também o tipo de comemoração que haverá após a cerimônia e o endereço do local.

O texto pode ser representado da seguinte maneira:

Convidamos você e sua família para celebrar conosco a Confirmação (ou Crisma) de nossa filha ……….. A Missa será realizada na Igreja ………. Situada na Rua …………………, nº …… Horário: ….. horas – devido ao grande número de pessoas que participarão da cerimônia, aconselhamos chegar ao local com pelo menos 30 minutos de antecedência. Após a cerimônia, iremos oferecer um churrasco em nossa casa, situada na Rua …………….. Contamos com a sua presença!


3. Faça alguns convites especiais para os convidados que não professam a mesma religião.

É normal que em nosso circulo de amizades ou mesmo entre os familiares, existam pessoas que não professam a mesma religião que a nossa, e no caso, seria um ato de extrema deselegância fazê-los participar de uma longa celebração no qual não se sentiriam bem e não entenderiam nada.

Neste caso, deixe alguns convites de reserva onde no texto contenha só as informações da recepção, assim você evita constrangimentos e demonstra respeito e carinho pela opção religiosa de seus convidados.


4. E os convites online? São uma boa opção?

Poucos conhecem esta nova maneira de convidar, mas acredite, é possível sim enviar convites online com a mesma elegância e carinho dos convites tradicionais.

Eles são tão bonitos quanto os convites impressos, de extremo bom gosto, existem várias opções de escolha. Além disso, você pode dar a ele o seu toque pessoal escrevendo um texto que esteja de acordo com a festa e o convidado que receberá; o custo é baixo, são ecologicamente corretos e o melhor: você não precisa se deslocar até a casa dos convidados para entregá-los, economizando o precioso tempo tão reduzido e com tantas coisas para providenciar antes da festa. Também é muito mais simples para o convidado confirmar ou não a presença.

Pense a respeito! Hoje em dia temos de aproveitar os inúmeros recursos que nos ajudam a economizar tempo, e, ao mesmo tempo, mantermos as tradições clássicas tão importantes nos relacionamentos.


4. Você ainda prefere usar convites de papel?

Os convites tradicionais de papel são ainda os mais usados, mas, se pensarmos bem, é bastante desanimador imaginar que todo o trabalho e gasto que teremos para fazê-los, irá para o lixo no dia seguinte após a festa. Se mesmo assim você decidiu usá-los, confira as opções disponíveis:

  • Comprar os convites prontos. Eles são vendidos em lojas de artigos de festa ou artigos religiosos. São convites normais, com espaço para preencher as informações à caneta e que não causam grande impacto, pois são bastante comuns e alguns, inclusive, são bem feiosos.
  • Contratar uma gráfica. Os convites ficam bonitos, mas o custo é bem alto, e só vale a pena para um número maior de convidados, o que geralmente não é o caso da Crisma – uma comemoração mais íntima, apenas para familiares próximos e amigos mais chegados.
  • Fazê-los você mesmo em casa. Se você não tiver um dom artístico ou grande facilidade em usar programas de computador, esqueça! Eles podem sim, ficar muito bonitos, mas é necessário usar papel e envelope de boa qualidade – bastante caros – depois, fazer uma boa diagramação e escolher a fonte correta, imprimindo de forma impecável. Dá trabalho, não vai sair barato, e se não for muito bem feito dará a impressão de desleixo.

E então? Gostou de nossas dicas? Se você tiver alguma outra sugestão, compartilhe conosco deixando seus comentários.